Home / Destaque / Abastecimento de água Prefeito assina ordem de serviço para projeto de captação no Rio Tanque

Abastecimento de água Prefeito assina ordem de serviço para projeto de captação no Rio Tanque

A Prefeitura de Itabira está trabalhando para resolver o abastecimento de água em Itabira. Nesta quinta-feira (12), o prefeito Damon Lázaro de Sena assinou a ordem de serviço para a elaboração do projeto executivo para a captação de água no Rio Tanque. A solenidade aconteceu no auditório do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e contou com a presença de secretários municipais e representantes da sociedade civil.

Além do chefe do Executivo, o documento também foi assinado pelo secretário municipal de Obras, Sebastião Lourenço Ayres, os representantes da empresa que fará o projeto, Leonardo Machado Marques de Souza e Giselda de Melo Machado, e pelo presidente da Câmara de Vereadores, Solimar José da Silva.

A empresa vencedora da licitação vai realizar um estudo multidisciplinar que mostrará de forma detalhada a opção mais viável para aumentar 550 litros por segundo (l/s) nos sistemas de abastecimento da cidade. Apesar do projeto ser intitulado “Rio Tanque”, o local exato será definido após a conclusão do estudo.

Além do Rio Tanque, também serão analisados o Ribeirão São José e seus afluentes, considerando-se critérios como custo e a forma de captação. Para chegar ao município, a adutora terá 17 quilômetros de extensão. Na elaboração do projeto executivo serão aplicados R$ 2.044.000,00.

No total, a Prefeitura investe R$ 24 milhões em projetos de captação. Serão R$ 4.850.000,00 para a construção da Estação de Tratamento de Água (ETA), Rio de Peixe ( já em andamento) e R$ 17.500.000,00 na ampliação da ETA Gatos. Este é o maior investimento em abastecimento de água da história de Itabira.

Para o presidente do Saae, Jacir Primo, a assinatura da ordem de serviço deve ser considerado um momento histórico e muito comemorado pelos itabiranos. Em seu discurso, explicou que o sistema atual de captação não atende a população e os investimentos, até o momento, não haviam acompanhado esta evolução.

“Com a população de 115 mil habitantes, necessitamos de uma captação de 487 l/s. Atualmente, em bons momentos são produzidos 385 l/s e isso representa 102 l/s a menos que o necessário. No período de estiagem, a produção cai ainda mais e a situação é de sufoco. Apenas a captação do Rio Tanque resolve o problema de abastecimento em Itabira. As outras ETAs poderão ficar como reserva. Depois deste projeto elaborado e com o recurso conquistado, o futuro das próximas gerações está garantido”.

O presidente da Câmara de Vereadores, Solimar José da Silva, parabenizou a Administração Municipal pelos investimentos. Disse ainda que o Grupo da Água, do qual é coordenador, é um exemplo de que a sociedade civil trabalhando de forma organizada pode contribuir muito na elaboração de políticas públicas. ”Estamos muito felizes pela assinatura do projeto. Realmente é uma grande passo a comemorar”.

O prefeito Damon Lázaro de Sena ressaltou que os investimentos realizados em captação de água na cidade é uma dívida de décadas que o poder público de Itabira tinha com a população. “Há 28 anos não se investia em obras de ampliação para a captação de água e uma cidade que se propõe a diversificar a economia não pode passar por isso. Obras precisam ser feitas porque são necessárias e todos os investimentos em captações são prioridades deste governo. Precisamos também sempre preservar os nossos mananciais. Sejamos otimista, vamos trabalhar muito e construir sempre juntos”.

ETA Rio de Peixe

Após a solenidade, o prefeito Damon Lázaro de Sena visitou a obra da ETA Rio de Peixe. Acompanharam o chefe do Executivo, o presidente do Saae, Jacir Primo, o diretor-técnico do Saae, Domício Carlos Bragança e o secretário municipal de Obras, Sebastião Ayres.

PMI

Galeria de Fotos

Por Itafatos

 

 

About admin