quarta-feira , 23 agosto 2017
13 de abril de 2013

Cuca simula adversários e diz: ‘Não dá para escolher, é só pedreira’

Técnico, no entanto, não foge do favoritismo: ‘É uma Liberadores dificílima, mas a gente tem uma chance boa por viver um ótimo momento’

Sem entrar em campo e com uma rodada de antecedência, o Atlético-MG garantiu a melhor campanha na fase de grupos da Taça Libertadores, o que lhe garante vantagem de poder decidir em casa nas fases seguintes da competição. Esta garantia fez com que as projeções com relação ao adversário das oitavas de final se tornassem mais palpáveis, uma vez que o leque de possibilidades ficou mais restrito. E o que já é um exercício quase diário para boa parte dos jornalistas e torcedores tornou-se um passatempo também para o técnico Cuca: simular os cruzamentos da fase de mata-mata no GLOBOESPORTE.COM.

– Estava ali no simulador com o Bernardo (Motta, assistente do Departamento de Futebol) e fizemos algumas coisas, simulações para as fases seguintes, e não dá para escolher. Quem é que vai ter barbada na próxima fase? Fazendo a simulação, só vai ter pedreira – afirmou o treinador.

Apesar das dificuldades, o técnico acredita que o Galo tem chance de seguir na competição e conquistar o título.

– Esta é uma Liberadores dificílima, complicada, mas nós temos uma chance boa porque estamos jogando bem e vivendo um ótimo momento.  Vamos continuar vivendo este ótimo momento, tentando fazer as coisas iguais como fizemos até agora – explicou Cuca.

Sobre o adversário da próxima fase, que tem grande chance de sair da própria chave do Atlético-MG, Cuca prefere não falar, ainda mais porque pode decidir isso diretamente, caso seja derrotado pelo São Paulo na próxima quarta-feira, e o Strongest não some pontos diante do Arsenal-ARG.

– Vamos jogar uma partida que fecha a primeira fase (contra o São Paulo) e queremos terminar da melhor forma. Vamos jogar da mesma forma e tentar ter mais um bom resultado. Depois vamos ver contra quem jogamos na fase do mata-mata.

FONTE: Globoesporte.com

FOTO: Bruno Cantini