sábado , 21 outubro 2017
26 de abril de 2013

Damon mantén proposta e presidente do SINTSEPMI, só comparece no final da reunião

reuniao_damon_texO prefeito municipal Damon Lázaro de Sena, recebeu nessa manhã 26/04 os vereadores da câmara municipal de Itabira, no seu gabinete, onde ele pôde esclarecer todas as reuniões realizadas referentes as negociações do acordo coletivo dos servidores públicos da prefeitura municipal de Itabira.

O que chamou à atenção de todos,  foi a ausência do representante do sindicato, que solicitou o apoio dos vereadores nas negociações e só chegou no final da reunião, quando  solicitado pela assessoria de imprensa da prefeitura.

O vereadores ouviram atentamente o que o prefeito Damon Sena, colocou em relação as negociações do governo, alguns vereadores concordaram com os dados mencionados pelo executivo.

O secretário da fazenda, Paulo Henrique de Figueiredo teceu alguns comentários técnicos com relação as arrecadações do município, e das dificuldades do executivo nesse início de governo.

Dezesseis vereadores marcaram presença, apenas o Bernardo Mucida não compareceu, mandando representante.

A tentativa dos vereadores era sensibilizar o governo a melhorar a sua proposta para os servidores.

O prefeito argumentou que a prefeitura chegou ao seu limite, e que hoje trabalha com o orçamento da gestão passada, e que ele não seria irresponsável em atender 2800 servidores públicos e inviabilizar à administração.

Acrescentou ainda, estamos oferecendo o índice de inflação e uma reposição totalizando 10% e o vale alimentação no valor de R$150,00, que só nos permite fazer isso com o remanejamento de verbas, pois não foi previsto no orçamento reajustes de salários para o servidor público.

O executivo mostra a sua preocupação em valorizar o servidor.

Uma nova rodada de negociação ficou agendada para o dia 01/08, às 16:00hs.

Perguntado sobre a possibilidade em agosto, o executivo dar um abono  décimo quarto salário, Damon Sena respondeu que vai depender da evolução do orçamento, mas é um assunto que poderá discutir.

Foi sugerido que o governo mandasse uma carta aberta para todos os servidores, detalhando todas as reivindicações do sindicato e as atendidas pelo governo.

A assessoria de imprensa distribuiu para todos os reajustes concedidos por algumas cidades da região. Veja abaixo:

 

– Santa Bárbara   7,18% + benefício de R$70,00 para os servidores

– Barão de Cocais  6,2%

-Bela Vista de Minas  6%

-João Monlevade  0%

– Nova Era  9%

– Rio Piracicaba  7%

-São Gonçalo do Rio Abaixo 12% + R$75,00 cartão alimentação, só para quem recebe 1 salário mínimo

– Ipatinga  0%

-Coronel Fabriciano  6,2%

 

Governo Federal

Reajuste, de cerca de 15% escalonado 2013, 2014 e 2015

Salário mínimo  9%

 

OBS: Mais de 130 milhões do orçamento é proveniente do Royalte do minério, que não pode ser usado em custeio, somente em investimento.