sábado , 19 agosto 2017
6 de maio de 2013

Dia das Mães deve abrir 31,5 mil vagas de trabalho temporário

Expectativa é 5% maior do que no mesmo período do ano passado

Para o comércio brasileiro, o Dia das Mães é considerado o segundo Natal em desempenho de vendas. Por consequência, aumentam as chances para quem procura um trabalho temporário. Este ano, devem ser abertas 31,5 mil vagas em todo o Brasil nos diversos segmentos ligados ao comércio, segundo levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem).

De acordo com a pesquisa, 10% dos trabalhadores contratados devem ser efetivados, ou seja, 3 mil pessoas. Jovens em situação de primeiro emprego devem ficar com 18% das vagas abertas. “O trabalho temporário é uma porta de entrada para o mercado de trabalho formal. Se a expectativa se confirmar, quase 5,7 mil jovens terão a primeira oportunidade de adquirir experiência profissional”, informa Jismália de Oliveira Alves, presidente da Asserttem. 

Como ocorreu nos últimos anos, o Dia das Mães será comemorado em data muito próxima à Páscoa. Por este motivo, há um contingente de trabalhadores temporários que permanecerão na vaga para suprir também a demanda no início de maio, algo em torno de 25 mil pessoas. Portanto, a soma deve chegar a 56,5 mil trabalhadores temporários no período. A Lei 6.019/74, que regulamenta o trabalho temporário, determina os contratos desta modalidade tenham duração máxima de 90 dias, prorrogáveis por igual período após autorização do Ministério do Trabalho e Emprego.

Perfil das vagas

Os segmentos que mais se destacam nesse período são os de roupas, acessórios, perfumaria e aparelhos eletroeletrônicos. As principais funções contratadas pelo comércio são: atendimento, crediário, estoquistas, vendedores, repositores, promotores de vendas, fiscais de loja e de caixa, telemarketing e embaladores. 

Para concorrer a uma vaga é preciso ser maior de 18 anos, ter ensino médio completo e disponibilidade de horário. A remuneração média aumentou 5% em relação ao mesmo período do ano passado e deve ficar entre R$ 700 e R$ 1.8 mil, com direito a benefícios como vale-transporte e vale-refeição. Mulheres devem preencher a maior parte das vagas, representando 52% das contratações. Trabalhadores com idade entre 18 e 39 anos serão maioria (60%) entre os candidatos contratados.

Comparativo anual 

Estado de Minas