sábado , 21 outubro 2017
19 de março de 2013

Há quase 150 dias sem gol, Kleber se diz ansioso ‘apenas’ por voltar a jogar

klebao3Ao menos no banco de reservas, Gladiador concorre com Welliton por vaga no ataque para enfrentar Pelotas na quarta-feira

Quase todo atacante que fica um ou dois jogos sem marcar fica inquieto. Gera murmúrios na torcida. Entra em campo obcecado por voltar a balancar a rede. Agora, imagina, passar quase 150 dias sem um gol? É o caso de Kleber. Embora o jejum, o Gladiador não revela ansiedade por voltar a balançar a rede. Ele está preocupado mesmo em conseguir, enfim, jogar futebol.

Kleber passou quatro meses se recuperando de cirurgia no tornozelo esquerdo. Ao estar prestes a estrear em 2013, contra o Caracas, na Venezuela, pela Libertadores, sofreu fratura em uma costela. Perdeu mais uma semana. Conseguiu jogar apenas sábado contra o Lajeadense, pelo Gauchão. Com o segundo jogo pela frente, diante do Pelotas, quarta-feira, então…

– Só pode fazer gol quem joga. A ansiedade maior era de estar em campo. Para isso tem de estar 100%, ficar à disposição. É lógico que o gol faz falta, mas isso irá acontecer com o tempo – disse.

Kleber marcou pela última vez em 27 de outubro de 2012 no empate em 1 a 1 com o Bahia, pelo Brasileirão, partida na qual torceu o tornozelo esquerdo. Ela ainda voltaria a atuar contra o Millonarios, em 15 de novembro, antes de ser definitivamente afastado dos gramados. Na época, encerrou a temporada como vice-artilheiro tricolor com 15 gols em 49 jogos.

Vanderlei Luxemburgo irá definir a escalação no treino da manhã desta terça-feira. Sem Vargas, Welliton e Kleber são as alternativas. Adriano e Fábio Santos ou Guilherme Biteci, respectivamente, devem ocupar as vagas de Fernando e André Santos.

Por Hector Werlang – Porto Alegre

Kleber passou quatro meses em recuperação de
lesão Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Globo Esporte.com