Home / Destaque / OAB Itabira vai ao TJMG e cobra mais um juiz para a cidade

OAB Itabira vai ao TJMG e cobra mais um juiz para a cidade

A direção da 52ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Itabira) esteve no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) na semana passada para reivindicar mais juízes para o município. O encontro contou também com a participação de diretores da Seccional da OAB Minas Gerais, que reforçaram o pedido. De acordo com o presidente da OAB Itabira, Geraldo Menezes de Almeida, dois novos juízes podem chegar à cidade “em breve”.

A reivindicação foi feita a desembargadores do TJMG e segundo explicou o representante dos advogados itabiranos, a vinda de mais juízes é mais do que necessária, “é um direito que a cidade tem por ter se tornado uma entrância especial”.
Além de um magistrado para atender a primeira vara cível, a OAB Itabira solicitou um juiz cooperador, que seria um reforço ainda maior para a justiça local, segundo Geraldo Menezes. O advogado explicou também que o juiz para atender a primeira vara cível pode chegar a cidade primeiro do que o cooperador.
“Em primeiro lugar nós fomos reclamar a falta de juiz na primeira vara cível e também a possibilidade de conseguirmos mais uma vara cível para Itabira. Também, já está mais ou menos alinhavada a vinda de mais um juiz para que seja um cooperador, uma vez que Itabira é uma entrância especial, faz jus e necessita deste juiz auxiliar, que seria um colaborador”, afirmou.
Quanto ao prazo para que Itabira receba este novo reforço, Geraldo Menezes explicou que uma promessa foi feita pelos desembargadores do tribunal, inclusive na presença do presidente da Seccional Mineira da OAB, o advogado Antônio Fabrício de Matos Gonçalves, de que em “em breve” a cidade receberá os novos juízes. A data certa, segundo ele, não foi confirmada pelos desembargadores.
“O presidente da OAB de Minas Gerais, esteve conosco e juntamente com a direção da OAB de Itabira reivindicaram com os desembargadores que lá estiveram e eles nos prometeram que vão estudar as reivindicações, tendo como certo que o juiz da primeira vara em breve poderá estar em Itabira exercendo a sua função”, estimou o presidente da OAB local.

Fonte: OAB Itabira

Por Itafatos

Scroll To Top