terça-feira , 26 setembro 2017
25 de junho de 2017

Usuário de criptomoeda transforma R$ 1.200 em R$ 3 milhões em segundos

A Bitcoin pode ser a criptomoeda mais famosa, mas com certeza não é a única. A alternativa do momento se chama Ethereum, que nesta semana proporcionou um momento de caos tão incrível que fez com que alguns perdessem fortunas em segundos ao mesmo tempo que permitiu que ao menos uma pessoa transformasse US$ 380 em mais de US$ 1 milhão no mesmo período.

A Ethereum, como outras moedas do tipo, tem seu valor definido por sistemas que se assemelham a uma bolsa de ações: quando há interesse de compra, o preço sobe e quando há muitas pessoas vendendo, o preço cai. E quando há ordens gigantescas de vendas, o preço despenca.

Foi o que aconteceu na GDAX, braço de câmbio da Coinbase, onde estas trocas acontecem. Uma ordem multimilionária de venda foi dada por uma pessoa que tinha muitas Ethereum, o que fez com que o valor automaticamente caísse. Foi quando começou o ciclo do caos.

Como em toda bolsa de valores, existem as ordens de stop loss. São ações automatizadas que os usuários programam para que, se for reparado que está havendo uma queda brusca no preço de um ativo, a máquina aja sozinha para se desfazer do papel e minimizar o prejuízo. O usuário programa um preço no qual a máquina toma controle da situação, e o computador passa a querer vender para qualquer um disposto a comprar.

O problema é que a venda gigantesca ativou pelo menos 800 stops, que gerou um ciclo de desespero, que fez com que várias máquinas entrassem praticamente em um leilão de “quem dá menos”, que fez com que a moeda perdesse 99,999% do valor em alguns segundos. Nessa brincadeira, fortunas foram perdidas, como se alguém vendesse ações da Apple, que hoje valem US$ 48, por 1 centavo de dólar. É o que se chama de “flash crash”, ou crash relâmpago.

Mas como crise para uns é a oportunidade para outros, ao menos uma pessoa conseguiu transformar esse instante de desespero em dinheiro. Um usuário que tinha uma ordem para comprar 3.800 moedas se, por um acaso, o valor batesse na casa dos US$ 0,10, conseguiu adquiri-las pagando apenas US$ 380 (R$ 1.200). Mais alguns segundos depois, o valor voltou a bater na casa dos US$ 300, resultando em uma valorização de quase 300.000%. Ou seja: foram mais de US$ 1 milhão (R$ 3,3 milhões) de lucro com investimento mínimo em questão de segundos.

A captura abaixo também mostra que outras pessoas também tiraram proveito da situação, adquirindo grandes volumes Ethereum por preços como US$ 1 e US$ 2,05, mas ninguém se deu tão bem quando a pessoa por trás da ordem de US$ 0,10, que permanece anônima.

 Reprodução

Vale notar que investir em moedas como Bitcoin e Ethereum ainda é uma operação de altíssimo risco. O caso da pessoa que ganhou milhões em segundo também inclui a história de várias que perderam praticamente tudo que investiram em alguns instantes, então não tenha a ilusão que ficar milionário da noite para o dia é fácil.

OlharDigital