Home / Cotidiano / Anabolizantes elevam risco de câncer de fígado

Anabolizantes elevam risco de câncer de fígado

Ex-BBB que teve câncer acredita que o uso de anabolizantes tenha sido a causa

por Redação

Depois de se submeter a uma operação para a retirada 70% do fígado, Maria Melilo relacionou o diagnostico de câncer com o uso de anabolizantes.

Em entrevista ao Fantástico, da Rede Globo, a vencedora da 11ª edição do programa Big Brother Brasil, afirmou que acredita que o câncer no fígado pode ter sido também resultado do uso contínuo de anabolizantes durante sete anos.

Segundo hepatologista Carlos Baía, responsável pelos transplantes de fígado no Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo, a ex-BBB está certa. “O uso de anabolizantes de forma indiscriminada, com objetivos estéticos, pode gerar efeitos colaterais fatais, pois esses hormônios sobrecarregam o fígado e desequilibram o organismo de forma grave”, explica.

Outros riscos dos anabolizantes

lém dos riscos de tumores hepáticos, o especialista alerta para outros problemas decorrentes do uso de anabolizantes como problemas cardiovasculares, impotência, atrofia testicular, falta de libido, acne, elevação do colesterol, aumento da pressão arterial e perda óssea.

“Alguns produtos são derivados de hormônios masculinos, o que pode causar ‘masculinização’ de mulheres, como mudança da voz, queda de cabelos e interrupção da menstruação”, afirma Baía.

De acordo com o hepatologista, os anabolizantes são medicamentos indicados para tratamentos específicos, supervisionados e prescritos somente por médicos, por um período de tempo predeterminado.

São utilizados geralmente para tratar desgastes da musculatura e ossos, além de serem prescritos aos portadores de hipogonadismo (homens que sofreram trauma testicular ou que tiveram que retirar os testículos).

Fonte: Bolsa de Mulher

Scroll To Top